Google+ Followers

Google+ Badge

sexta-feira, 31 de julho de 2015

JO.Constroe tel. 11 2937 8442

#COLOCADOR DE PISOS AZULEJOS PORCELANATOS


Porcelanato para banheiro: como escolher





Quem não sonha com um banheiro lindo pra chamar de seu? Um dos espaços mais relaxantes da casa precisa ser bem pensado para que não vire um dos mais estressantes. E para isso, a escolha doporcelanato para banheiro pode ajudar bastante, afinal queremos curtir o ambiente e não ter mais trabalho com ele não é mesmo?



Neste post daremos dicas para escolher o porcelanato ideal para o banheiro dos sonhos e mostraremos algumas idéias lindas para você se inspirar.



Definido o estilo da sua decoração, veja se o porcelanato é adequado para o banheiro que você está reformando, afinal a questão da segurança também é importante na hora de escolher o porcelanato do seu banheiro. Aqui vão algumas dicas:



- Para banheiros residenciais maiores do que 6m² e banheiros públicos, escolha porcelanatos com classe AD2, AD3 ou AD4.

- Para banheiros residenciais menores do que 6m², indicamos porcelanatos com classe AD 1, AD2, AD3 ou AD4.

- Para o piso do Box de banho, o ideal é que o porcelanato tenha classe AD2, AD3 ou AD4.

- Para o piso do Box de banho utilizado por crianças e idosos, utilize porcelanatos com classe AD3 ou AD4.

- Para o piso do Box de banhos utilizado por pessoas com dificuldades de locomoção, os mais indicados são os porcelanatos AD4.



Em relação aos revestimentos das paredes a variedade aumenta. O porcelanato é uma ótima opção para revestir também a parede e temos as opções de revestimentos específicos de parede que dão um charme especial ao banheiro.


Como escolher porcelanato para banheiro – os estilos



A dica para quem curte uma decoração mais moderna e contemporânea é o porcelanato Chicago Bianco 83x83, que foi inspirado na atmosfera da metrópole americana e remete ao ambiente urbano. A peça traz a modernidade e rusticidade do concreto, e o resultado é um ambiente super atual!







Quem sonha com um banheiro luxuoso e exclusivo pode apostar no porcelanato Calacata Cremo82x82, que é uma reinterpretação do mármore clássico. Maravilhoso, não é?!







Se o seu estilo é um banheiro branquinho com um toque de cor, que tal esse com o Mosaic Bianco33x58? O relevo dá um charme especial à parede branca, não acha?






Porcelanato madeira no banheiro



Por ser resistente à água e à umidade, o porcelanato substitui com louvor materiais naturais, como a madeira. Se a sua intenção é levar o clima acolhedor e aconchegante da madeira, mas com a resistência e praticidade do porcelanato, nós temos a opção perfeita para você!



Esse aqui é o porcelanato Muira Caramello 26x106. Puro charme e conforto, não é?







Para quem prefere os tons mais claros, nossa sugestão é o porcelanato Muira Beige 26x106.







Agora é só escolher o que mais combina com seu estilo!


Fonte: http://www.biancogres.com.br/blog/porcelanato-para-banheiro-como-escolher

quinta-feira, 30 de julho de 2015

JO.Constroe (11) 2937 8442
#COLOCADOR PISOS REVESTIMENTOS PORCELANATOS E PASTILHAS




Pastilhas trazem cor aos projetos
veja como usá-las





Popular em piscinas, cozinhas e banheiros, as pastilhas de vidro têm se tornado cada vez mais populares e são alternativas para trazer modernidade e cor aos projetos arquitetônicos. Todavia, é preciso saber escolher e entender sua funcionalidade no projeto para não se decepcionar.




As pastilhas podem ser usadas em piso e parede, como neste projeto de Gustavo Calazans em parceria com a Leroy MerlinFoto: Divulgação

O arquiteto Gustavo Calazans, de São Paulo (SP), lembrou que na década de 90 houve um "boom" no uso das pastilhas e, por isso, diversas empresas passaram a produzi-las e vende-las, tornando esse tipo de revestimento mais barato. Além disso, "elas têm três apelos, na minha opinião: o preço; a variedade de cores, já que dificilmente encontramos revestimentos tão coloridos; e o fato de usar um revestimento pequeno para ampliar o ambiente. Quando o cômodo é pequeno e colocamos as pastilhas, ele parece maior", contou.


A escolha
Versáteis, as pastilhas são opções para quem quer colorir o ambiente, já que sua paleta de cores é bastante ampla e oferece opções que não são encontradas em outros revestimentos, como os azulejos, por exemplo. Além disso, as pastilhas podem ser feitas dos mais variados materiais, como vidro, porcelana, cerâmica, coco, metal e mármore; podem ter estampas, desenhos ou serem artesanais, com bolhas de ar no vidro e aplicações de folhas, frutas, pedras e pétalas de flores; e em tamanhos distintos. Seja qual for a preferida, sua escolha deve ser avaliada de acordo com o local em que as pastilhas serão aplicadas.



Convencionalmente vemos as pastilhas serem usadas em áreas molhadas, como piscinas, lavabos e banheiros, mas "para estes espaços, não são indicadas as pastilhas vitrificadas, uma vez que são muito lisas e levam a escorregões mesmo com o uso de rejunte para fixá-las. As pastilhas de vidro também devem ser evitadas nos ambientes externos", disse Calazans.

O arquiteto contou que as pastilhas podem ser usadas tanto nas paredes, onde são mais frequentes, quando em pisos. "Do ponto de vista técnico, elas são mais adequadas para o uso em paredes. Do ponto de vista estético, usar pastilhas no piso e na parede cria unidade no projeto." Quem optar por colocar pastilhas no chão, deve ficar ciente, no entanto, de que precisará tomar cuidados redobrados. "Pastilha não aguenta tração, por isso não deve pisar com sapato sobre elas. O índice de abrasão do material é muito baixo e o cliente precisa ter consciência da limitação do seu revestimento. Não existe certo ou errado, mas há a opção mais adequada a cada perfil. Trabalho muito com a sustentabilidade e explico que se o seu material desgasta com facilidade, vai precisar ser trocado mais cedo, gerando maior consumo. Depende de escolhas e é bastante simples", falou Calazans.



Tempo é inimigo
"Pouca gente sabe, mas as pastilhas tendem a se soltar com o tempo, devido a pouca área de aderência que elas têm com o rejunte. Forças pequenas são capazes de soltá-las. Por isso, quem resolve usá-las no piso tem que ter bastante cuidado, porque se deixar algum objeto cair, ele poderá quebrar e soltar a pastilha, o que apenas lascaria um piso de cerâmica e que afetaria um porcelanato, por exemplo", ensinou Calazans.



O arquiteto lembrou ainda que é muito comum ver trincas estruturais nas casas, que são relacionadas ao assentamento do terreno e quando há pastilhas no projeto, o surgimento das trincas "é fatal". "Se houver trincas, use outro material, menos as pastilhas. Já fiz um projeto no qual o terreno cedeu e as pastilhas saltavam na parede e do piso. Tivemos que colocar um laminado sobre elas para conter o problema. Fizemos até um cálculo na época para ver qual era o tamanho da força que precisava ser feita para que elas se soltassem e chegamos aos 40 kg, sendo que com porcelanatos essa força seria de quase uma tonelada", frisou Calazans.

Por isso, a escolha da argamassa a ser usada com as pastilhas também é importante, pois é essencial para ajudar a fixa-las por mais tempo. Todavia, se uma pastilha escapar, o arquiteto sugeriu que guarde-a para tentar colá-la novamente no local, pois cada unidade se encaixa perfeitamente no local em que foi aplicada na argamassa.


Parte técnica
Para não ter erros na hora de comprar ou aplicar as pastilhas, é importante conversar com seu arquiteto ou decorador para saber qual opção é a mais adequada ao seu projeto e às suas expectativas. As empresas que vendem pastilhas também indicam profissionais altamente especializados na fixação do produto, para garantir que não haverá problemas com o assentamento das pastilhas, como desalinhamentos e relevos.



A empresa Atlas, fabricante de pastilhas, indicou que a parede seja revestida com esboço sarrafeado, rústico, nivelado e aprumado para garantir melhor fixação e que tenha sido feito há mais de 14 dias e esteja sem graxa, óleo ou partículas que atrapalhem a aderência. Para cada tipo de pastilha, há um tipo específico de argamassa.


Fonte:   vidaeestilo.terra.com.br/casa-e-decoracao

terça-feira, 28 de julho de 2015

PISOS E REVESTIMENTOS

PISOS E REVESTIMENTOS - TENDÊNCIA 2015

          A grande tendência este ano, são peças de porcelanato em tamanhos especiais (75 x 150 cm) que reproduzem com perfeição pedras naturais como mármore italiano.





 Ainda contrastando com a elegância destas peças, encontramos sugestões que trazem um estilo industrial pois imitam concreto, aço/chapas oxidadas  ou ainda saindo deste estilo e marcando a linha ecologicamente correta, madeiras desgastadas pelo tempo e que também muito  inspiram modernidade.  

quinta-feira, 16 de julho de 2015

PISOS - Acompanhem a tendência dos rodapés



OS rodapés comuns tinham como altura padrão sete centímetros e eram feitos com mesmo material do piso, no momento, a tendencia é os rodapés ganharem destaque em relação ao piso. Devemos Pensar no rodapé como a moldura da parede. A altura hoje pede medidas de 10 a 20 centímetros em média, sendo que nesse quesito, altura,  não existe uma regra certa, tudo vai depender dos batentes das Portas, do pé-direito do ambiente, etc. Os rodapés mais altos e brancos deixam o ambiente mais elegante.  A moda entretanto, não cabe em qualquer Lugar veja os rodapés acima de 15 centímetros delimitam uma parede e dão ares de moldura, por isso devem ser colocados em ambientes amplos e com o pé alto Direito. Para acertar na medida, analise como as características do local: quando o pé direito for baixo ou o  forro rebaixado, usar um rodapé alto dará uma sensação de achatamento. Rodapé com 15 OU 20 centímetros  por exemplo, em um apartamento Pequeno, pode passar uma sensação de o ambiente ser menor ainda.

quinta-feira, 2 de julho de 2015

#telhadista em sao paulo JO.Constroe 11 2937 8442



Telhadista em São Paulo
Construção de telhados, pergolados e beirais, reformas, impermeabilização de coberturas, calhas, rufos e condutores.
Entre em contato pelo tel 11 2937 8442.